Ressurgimento

Fim da linha para os heróis lusitanos na Copa São Paulo.

Porém, apesar da derrota, a garotada da base da Portuguesa trouxe de volta para sua torcida a felicidade e a vontade de ver o manto rubro verde novamente em campo.

Há tempos que nós, maltratados torcedores não tínhamos mais o prazer de ver 11 jogadores representando o clube.

portuguesa-nota

Anos de agonia e sofrimento nas arquibancadas, sempre esperando pelo pior.

Mas esse ano, as coisas começaram diferente. Essa edição do torneio de futebol de base apresentou ao torcedor da Portuguesa aquele velho sentimento que andava esquecido há anos: o orgulho de ver em campo atletas com raça, vontade de vencer e que, principalmente, têm consciência do tamanho e da história do manto lusitano.

A torcida reconheceu o esforço, abraçou o time, e juntos conseguiram ficar entre as quatro melhores equipes do torneio (iniciaram a disputa 128 equipes), deixando pra trás equipes melhor qualificadas e com maior apelo.

A emoção e o orgulho lusitano foi revivido com essa geração da copinha.

Sem f

A torcida, ainda que por um curto tempo, pôde ir para o estádio com a certeza de que veria em campo um time valente e “brigador”, lutando até o fim pela vitória.

Apesar da derrota e eliminação, saímos de cabeça erguida, cientes que as vitórias conquistas no torneio foram frutos da combinação da entrega dos jogadores e do apoio de seu torcedor.

Por vinte dias, o espírito da boa e velha Lusa esteve vivo nos campos e nas arquibancadas.

Agora, resta apenas a esperança que esse espírito siga vivo, agora junto ao elenco principal na disputa da série A2 do Paulista.

Espera-se que o desempenho e a entrega dos garotos do sub-20 sirvam como inspiração para os marmanjos do profissional nessa nova caminhada rumo à recondução da Portuguesa na elite, tanto no Estadual como Nacional.

Mas, como não poderia ser diferente, ainda fica o temor de que as alegrias vividas acompanhando o time na copinha possa ter sido a última dose de orgulho para os torcedores, podendo ter sido essa edição da copinha, o nosso canto do cisne.

Espero que, felizmente, eu esteja completamente enganado!

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s